Feliz 2022

Mais 360 Novos Dias para Saborear a Vida

Mais 360 Novos Dias para Saborear a Vida, que bom!

Novo Ano, traz Novas Oportunidades – esperemos que sim! Deste ano de 2022, cinco dias já passaram. Hoje é dia 6 de Janeiro, Dia de Reis.

Diz-se que até Dia de Reis podemos desejar Boas Festas… Óptimo! Aqui estou eu, para vos desejar tudo o que há de melhor para 2022 – não tive possibilidade antes.

É bom saber que temos à nossa disposição mais 360 dias para saborear, trabalhar, construir, amar, viajar, partilhar, enfim viver a vida.

Feliz Ano Novo para todos! (e para mim também)

2021 em retrospectiva

Após a azáfama do Natal, nada como colocar as coisas em perspectiva, abrandar e fazer uma análise do que foi o ano que passou e do que se espera que possa ser o ano que se avizinha.

Não gosto de fazer balanços – nunca fui adepta desse género de coisas, de mais e haver – mas desta vez fiz um balanço (uma exceção que confirma a minha regra) e concluí que o meu 2021 foi decidamente negativo. Chamando as coisas pelo nome, mau.

A parte mais positiva do ano que findou respeita à aprendizagem. Aprendi muito em 2021, muito mesmo, e comecei a olhar a vida de uma forma diferente. O 2021 foi um ano marcante, um daqueles anos dos quais me irei recordar durante muito tempo, quer eu queira, quer não.

2022, Mais 360 novos dias – Expectativas e desejos

Que seja um ano de mudança de paradigma para todos e de visível progresso da medicina na contenção da pandemia. De conquista tecnológica. E de edificação de uma economia mais verde.

A nível pessoal não tenho grandes anseios ou sonhos. Nada disso. Estabeleci dois ou três objetivos que espero cumprir à risca:

– Cuidar mais de mim

Acabei o ’21 um tanto arrasada. Tenho de conseguir modificar o meu quotidiano e dedicar algum do meu tempo a cuidar também de mim. Dormir mais e comer melhor. Ganhar pelo menos 2 Kg de peso. E começar a mimar-me com aquelas coisitas que toda a garota gosta.

– Trabalhar mais

Sim, sim, trabalhar mais e já agora, melhor. Tenho mesmo de trabalhar para equilibrar aqueles equilíbrios difíceis da vida.

– Fazer caminhada

Mesmo no Inverno, tenho de obrigar-me a fazer umas caminhadas. Nas outras estações, isso surge naturalmente, mas com o frio, acomodo-me. Não pode ser. Tenho de arranjar coragem para sair de casa e caminhar uns quilómetros. Faz-me mesmo bem e é gratuito.

Que as situações aflitivas em catadupa, tenham ficado bem lá atrás, retidas, congeladas em 2021. Já basta!

Tudo o que de bom este 2022 possa trazer, será bem-vindo!  

Um olá, bom-dia ao novo ano, o ano dos três patinhos!

Que todos nós possamos saboreá-lo e aproveitá-lo bem!

Deixe o seu comentário